quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Casa Nova!!!!

Olá a todos os visitantes! Primeiramente gostaria de agradecer a todos que tem visitado este blog e que apreciam o conteúdo nele publicado. Venho avisar que o Renova - Ação Negra está mudando de casa. Um lugar com muito mais espaço e também possibilidades. O novo endereço é http://renova-acaonegra.com.br .

Em alguns dias este blog será desativado, por isso salve o endereço novo em seus favoritos, para não perder nenhuma novidade. A partir de dezembro, os artigos serão publicados com intervalo menor e também pretendo publicar textos e artigos que em prol do movimento Feminista e LGBT. 

Clique na imagem abaixo para ser direcionado para o novo endereço. Mais uma vez obrigado.

Duvidas, sugestões ou reclamações podem ser enviadas para contato@renova-acaonegra.com.br .



domingo, 4 de novembro de 2012

Todo PRETO Pode Ser Corrompido?


Na sequência vocês terão acesso a uma troca de emails entre o empresário do humorista Danilo Gentili, Ítalo Gusso e eu, Thiago Ribeiro. Decidi publicar as mensagens para que todos aqueles que insistem em dizer que eu quero fama e dinheiro repensem. Provavelmente o Danilo Gentili  e seu empresário pensaram a mesma coisa quando resolveram entrar em contato comigo. Para os que continuam a me atacar e ameaçar, só digo uma coisa:

Vocês não podem me parar!

De: Ítalo Gusso - Nume Produções
Para: Thiago Ribeiro
29 de outubro de 2012 - 19:45

Caro Thiago, como vai?
Quem lhe escreve é Ítalo Gusso. Sou empresário do comediante Danilo Gentili.
Gostaria de sentar contigo pra conversar. Esclarecer algumas coisas, te ouvir, saber o que pensa, etc.
Conseguimos fazer isso em algum horário? Podemos marcar num café, enfim, algum lugar onde possamos sentar e bater um papo!
Obrigado e um abraço,

Italo Gusso | Produtor executivo
Nume Produções e agenciamento
De: Thiago Ribeiro
Para: Ítalo Gusso
30 de outubro de 2012 – 08:17

Ítalo,
Bom Dia!

Achei mesmo que fosse receber algum tipo de contato, mas não esperava que fosse seu. Imaginei que, conforme disse o Marcos Kleine, os advogados da BAND estivessem cuidando do caso e prontos pra me destruir nos tribunais. Você como empresário do comediante Danilo Gentili deve estar ciente de tudo o que aconteceu, sem que haja necessidade que eu fale ou conte de novo. Tenho inclusive recebido ameaças de todos os tipos de pessoas ligadas ao seu cliente, como por exemplo a Gabriela(@inconstant_gril) que passou meu email pra você e descobriu não sei como meu telefone e pediu que a irmã me ligasse pra "conversar". Não quero parecer rude, mas acredito que exista necessidade alguma de que nos encontremos para falar sobre isso. O caso já foi denunciado e está nas mãos da justiça. Espero que com a experiencia que você deva possuir trabalhando com "artistas" o faça entender meu ponto de vista. Existe um texto que costumo chamar de apócrifo, onde supostamente, Danilo Gentili utiliza 15 páginas para explicar na versão dele o que aconteceu e dizer também que eu sou um aproveitador barato em busca de 15 minutos de fama. Se é isso que pensam então tudo bem. Não pretendo perder parte do meu precioso tempo mostrando a você ou a quem quer que seja quem é Thiago Ribeiro.

Sugestão de leitura:


Tenha um excelente dia!
Abraços e mais uma vez espero que entenda!
Thiago Ribeiro

De: Ítalo Gusso - Nume Produções
Para: Thiago Ribeiro
30 de outubro de 2012 – 08:45

Bom dia, Thiago, como vai?
As coisas nao são tão simples!
Podemos falar ao menos por telefone?
Quanto as ameaças, garanto a vc que nao são incitadas de nossa parte!
Resolvi lhe escrever pois falei com a Patricia.
Nao tenho a menor relação direta com fans.
Pode me passar seu fone? E algum horário para que possa te ligar? Obrigado mais una vez e um abraço.

Italo Gusso

De: Thiago Ribeiro
Para: Ítalo Gusso
30 de outubro de 2012 – 11:14

Ítalo,
Mais uma vez bom dia!

Repito que não tenho o menor interesse em conversar com você ou com qualquer pessoa ligada ao seu cliente, o "comediante" Danilo Gentili. A respeito do que disse sobre você ou ele não terem relação com os fãs, me desculpe mas esta relação existe e todos sabemos disso. Como você deve estar ciente, após o comentário racista divulgado pelo seu cliente, fui alvo de um ataque que durou uma madrugada inteira. Se nada disso é suficiente para vocês, então devemos esperar a decisão da justiça que já está ciente de todo o ocorrido. Acho incabível que uma pessoa que é agredida com comentários e frases de teor racista, ainda tenha que se explicar de alguma forma. Enfim, mais uma vez espero que entenda e aguarde que a justiça julgue se o ocorrido teve gravidade ou se consideram que agir de forma preconceituosa contra uma raça inteira é apenas uma forma de contar PIADAS.

Tenha um bom dia!

P.S. Quanto ao telefone, você pode pedir para @inconstant_girl. Ela já vasculhou minha vida e tem o numero.

De: Ítalo Gusso - Nume Produções
Para: Thiago Ribeiro
29 de outubro de 2012 - 19:45

Caro Thiago,

desarme-se, rapaz.
não ofendi você e muito menos lhe fui hostil.
não é necessário usar aspas, caixa alta, etc.
não temos domínio sobre o que as fans fazem e muito menos as incitamos a algo. A mesma garota que vc comenta eu sei quem é de vista, não tenho a menor relação e muito menos o Danilo.
não sei, sinceramente, se você tem consciência do que é um processo, do que tudo isso implica e todos os riscos, custos, tempo, disponibilidade, etc.
vc acusa o Danilo de racista, mas sabe que acusação também é crime?
vc mesmo editou um vídeo sem o mínimo de imparcialidade. isso é correto? ético? justo?
vc mesmo incitou o Danilo por dezenas de vezes. isso também foi correto, ético, justo?
tem erros em todos os lados.
você nao nos conhece, não sabe nossa história e não sabemos a sua.
você não sabe, talvez nem faça idéia,  do quanto ajudamos pessoas, classes, etc.
não sabe da relação que temos com a Juliana, assistente de palco do AET.
não sabe da vida dele e muito menos o quanto existe de respeito e carinho nessa relação.
se quer processo, se está irredutível, ok, Thiago. Seguimos nisso.
O que acho mesmo, é que pessoas de bem e inteligentes são capazes de se resolver numa conversa.
Eu acho isso, não sei você.
um abraço e ótima semana,

Italo Gusso | Produtor executivo
Nume Produções e agenciamento


quinta-feira, 1 de novembro de 2012

A Consciência Negra e Brasileira



“Quando todas as pessoas pensam igual, é sinal de que ninguém está pensando.”
Walter Lippmann
  
O atributo pelo qual o homem pode conhecer e julgar sua própria realidade;
faculdade de estabelecer julgamentos morais dos atos realizados;
conhecimento imediato de sua própria atividade psíquica;
cuidado com que se executa um trabalho, se cumpre um dever;
senso de responsabilidade;
conhecimento noção.
(Dicionário Aurélio, 1993: p.140).

O mês de novembro há alguns anos representa um marco na luta, do povo negro do Brasil, em busca de igualdade e contra a discriminação, preconceito e ódio racial. Mas é preciso entender alguns aspectos relacionados ao nome dado para este período que é Mês da Consciência Negra. O povo negro que foi sequestrado do continente africano e trazido como escravo para o Brasil possui plena consciência sobre sua situação histórica desde o inicio. Não houve sequer um momento na história dos negros onde a certeza sobre a posição imposta a nós pudesse ser esquecida ou amenizada. O que as pessoas de outras raças bem como alguns negros não entendem é que este momento do ano deve servir, antes de mais nada, para que haja reflexão sobre como a relação entre negros e brancos no passado está diretamente ligada à situação humilhante do negro nos dias atuais e como isso nos transformou em um dos povos mais racistas do planeta. Digo “mais racista do planeta” por entender que o tal racismo mascarado que dizemos existir no país é uma farsa. O racismo por aqui é escancarado sim e é propagado através de programas de TV, propagandas de produtos e principalmente através do humor. Humor este que deixa clara a intenção de incitar o ódio racial, intolerância religiosa, homofobia e machismo. As ideias preconceituosas inseridas nos meios de comunicação, mídias sociais e em algumas áreas ligadas à cultura são prontamente assimiladas por parte da sociedade e posteriormente disseminada no ambiente de trabalho ou familiar.

A falta de consciência cria uma sociedade ignorante e inapta para, sequer, discutir temas relacionados ao combate de ações enraizadas em nossa cultura. Um povo que não conhece sua própria história acredita em qualquer coisa e transforma essa falsa realidade em argumento para justificar atitudes amorais. Atitudes estas que podem ser visualizadas no recente modelo de humor nacional, onde pseudo-humoristas, explicitam suas perspectivas a respeito da suposta sociedade ideal. O amoral simplesmente desconhece os padrões e costumes de sua sociedade logo se torna completamente incapaz de julgar ou analisar sua própria sociedade. No entanto algumas pessoas, desprovidas de consciência, ainda tentar através de opiniões, desprovidas de toda e qualquer coerência, dizer que os negros são racistas, que o homem veio do macaco e por isso somos todos iguais e o pior, dizer que o racismo não existe e que negros que afirmam serem vitimas de racismo sofrem transtornos psicológicos muito graves. É importante salientar que a ignorância cega as pessoas. O conhecimento é dado somente àqueles que desejam abandonar a ignorância, apesar de ser gratuito.

O racismo hoje se disfarça de ficção, humor e de outras formas. Oscar Wilde disse que:

“O homem é menos ele mesmo quando fala em sua própria pessoa. Dê a ele uma máscara e ele lhe dirá a verdade.”

Humoristas em geral, quando questionados sobre atitudes preconceituosas, respondem quase que em coro que o humor permite que eles ajam de tal forma e que as opiniões não representam em momento algum o real sentimento deles. Entendo então que humoristas são como os antigos palhaços que usavam máscaras.

Falo muito sobre os humorista pois creio que a posição atual da comédia no Brasil é preocupante, uma vez que a maioria da sociedade não tem consciência do que assistem ou ouvem. É preciso, no mínimo, ter senso crítico com relação às questões que vez ou outra são impostas à sociedade. Renove seu pensamento. Critique. Não aceite nada de graça. Pense nisso.

“O descontentamento é o primeiro passo na evolução de um homem ou de uma nação.”
Oscar Wilde

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

O Humor que Mata


Vamos deixar algumas coisas claras antes que mais pessoas achem que tem o direito de me julgar pelo simples fato de eu ter a pele escura. Como de costume nenhum racista admite ser racista. Dito isso, pode-se entender a postura ignorante e agressiva de muitas pessoas que defendem atitudes racistas. Se qualquer pessoa for até o gabinete de um político corrupto e disser que ele é ladrão, obviamente ele não aceitará. O mais interessante é que as pessoas que se ofendem ao serem chamadas de racistas, ao tentar se defender, acabam deixando evidente que a acusação tem procedência. E sem perceber assumem discursos claros de pessoas que intimamente acreditam que o negro de fato é inferior. No texto apócrifo de Danilo Gentili, co o títudo "Resposta a Acusação", o autor tem certeza absoluta que eu apenas quis fazer barulho e que em momento algum eu teria feito denúncia aos órgãos públicos de combate. Inclusive me orienta como proceder nesses casos. Detalhe que as denúncias haviam sido feitas na semana anterior. Entendam que pensar que um negro não denuncia crimes ou que não tem o direito de lutar em defesa de seus direitos, caracteriza racismo também. Será que isso não é óbvio?



Como se não bastassem todos os ataques, ofensas e ameaças, agora ainda aparecem algumas pessoas dispostas a, ainda, defender tais atitudes. Só quero deixar claro que não sou contra outras formas de pensar ou agir, mas sou contra sim toda e qualquer forma de preconceito e discriminação. A Constituição Federal me garante isso. Não entendo a razão pela qual, todas as vezes que um negro se levanta contra o racismo, muitas pessoas aparecem com os mesmos discursos, dizendo que todos somos iguais e que não há motivo para reclamar ou então que o negro é principal racista por não se aceitar e bla bla bla. Nossa, é tanto bla bla bla que às vezes fica até cansativo. Negar o racismo é a principal forma do RACISMO.

É por essas e outras que na maior parte da vezes ignoro certos comentários e faço questão de mostrar minha indiferença. 

Agora tente entender como o humor racista, preconceituoso, sexista e homofóbico interfere diretamente na vida das pessoas fora da TV e acaba tomando formas criminosas com o passar do tempo. O que deveria ser entretenimento se transforma em estereótipos preconceituosos. As pessoas mais ignorantes repassam as piadas assistidas em programas da televisão ou teatros de forma preconceituosa, ferindo moralmente indivíduos que historicamente já sofreram muito. E se houver contestação, automaticamente as pessoas recorrem ao recurso chamado "Liberdade de Expressão". Dessa forma sentem-se no direito de jogar algumas leis no lixo em prol da incitação ao ódio e preconceito. E incrivelmente isso é tido com naturalidade em alguns setores da sociedade brasileira.

O mesmo pseudo-humorista que conta piadas onde o negro corre da polícia ou rouba algo, transforma diretamente o negro em um alvo para policiais racistas. Todos os dias negros são mortos pela polícia, mas a mídia só divulga matérias onde policias são mortos, fazendo você pensar que os negros bandidos é que matam policiais por aí. Este é o humor que mata, fere e destrói. Enquanto você me ofende e me manda mensagens dizendo que humoristas tem o "direito" de fazer piadas, mais negros são assassinados pela polícia, mais negros são discriminados em lojas e restaurantes, mais negros são humilhados publicamente. Mas isso deve ser normal pra você, não é mesmo. É simplesmente uma reação em cadeia, onde o negro, o homosexual, a mulher e tantos outros são os alvos. Alvos que começam com humoristas irresponsáveis e depois são assumidos pelo restante da sociedade. O meu caso é apenas mais um para muitas pessoas. Mas ao me oferecer bananas, o suposto comediante deixou evidente o que pensa sobre 53% da população brasileira. 

Reflita antes de sair por aí julgando quem você não conhece. Entenda a situação histórica do negro antes de dizer que temos vergonha de nossa raça. Ou na melhor das hipóteses, CALE-SE!

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

RACISMO NÃO EXISTE E EU PRECISO DE TERAPIA


 


Resolvi me pronunciar no blog pois existem pessoas ligadas a movimentos neonazistas e também ligados a apresentadores racistas da TV brasileira que resolveram publicar, “ANONIMAMENTE”, um texto que tenta explicar e justificar a atitude racista do apresentador Danilo Gentili da Rede Bandeirantes.
Não vou contar aqui tudo o que aconteceu por que todos na internet já sabem. Se querem distorcer o ocorrido , já é outra história.
Antes de mais nada quero citar algumas leis brasileira que tratam da questão racial. Faço isso com o intuito de mostra simplesmente que Racismo é CRIME e não piada como alguns pseudo humoristas costumam comentar. Fui obrigado a perder meu tempo lendo a nota anônima publicada pois se referiram a mim. Não recomendo para ninguém que possua o Q.I. mais evoluído do que de uma ameba. No primeiro caso onde Danilo Gentili foi investigado por racismo, ele fez também questão de publicar uma nota sem pé e nem cabeça tentando provar que era um “expert” em questões raciais e de história do povo negro. O pior foi ver que existem pessoas que ainda o aplaudem por conta desse texto e o usam para me dizer que o racista sou eu. Enfim. Vamos às leis:

Lei Federal 7.716 de 5 de Janeiro de 1989

Art. 20º Praticar, induzir ou incitar, pelos meios de comunicação social ou por publicação de qualquer natureza, a discriminação ou preconceitos de raça, cor, religião, etnia ou procedência nacional:
`PAR` 1º - Poderá o juiz determinar, ouvido o Ministério Público ou pedido deste, ainda antes do inquérito policial, sob pena de desobediência: 

I - o recolhimento imediato ou a busca e apreensão dos exemplares do material respectivo.  
II - a cessação das respectivas transmissões radiofônicas ou televisadas. 
`PAR` 2º - Constitui efeito da condenação, após o trânsito em julgado da decisão, a destruição do material apreendido.
Art. 2º São remunerados os arts. 20 e 21 da Lei nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989, para arts. 21 e 22,respectivamente. 
Art. 3º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação
Lei Estadual SP 14.187 de 19 de julho de 2010
Art. 1º Será punido, nos termos desta lei, todo ato discriminatório por motivo de raça ou cor praticado no Estado por qualquer pessoa, jurídica ou física, inclusive a que exerça função pública.
Att. 2º Consideram-se atos discriminatórios por motivo de raça ou cor, para os efeitos desta lei:
VIII - praticar, induzir ou incitar, por qualquer mecanismo ou pelos meios de comunicação, inclusive eletrônicos, o preconceito ou a prática de qualquer conduta discriminatória;

Há a injúria racial quando as ofensas de conteúdo discriminatório são empregadas a pessoa ou pessoas determinadas. Ex.: negro fedorento, judeu safado, baiano vagabundo, alemão azedo, Macaco de merda, etc.
Isso tudo serve somente para mostrar aos ignorantes de plantão que RACISMO ainda é CRIME no Brasil. E não digo ignorantes pretendendo assim ofendê-los. Ignorante é aquele que ignora, que não tem ciência ou que não sabe.
Quanto ao teor das informações inseridas no texto, com o título “Resposta a Acusação de Crime”, não entendo porque alguns prints tiveram a data retirada e também não entendo alguns comentários, onde o autor parece ser o Danilo Gentili e outras vezes o Marcos Kleine. Enfim, acreditem no que quiserem.
Já com relação às agressões por mim sofridas logo após o comentário pejorativo e de cunho racial do apresentador Danilo Gentili, penso que uma pessoa pública deveria ter o mínimo de responsabilidade nas afirmações que faz. Ele foi seguido pelas fãs e amigos e em momento sequer se pronunciou ou tentou impedir que mais crimes fossem cometidos.
Existem outros programas da TV brasileira que incitam a prática de racismo, no entanto o apresentador de nenhum deles, ainda, me chamou de macaco. Algumas pessoas ainda perdem seu tempo todos os dias para criticar minha postura, bem como minhas ações. Achando talvez que isso fará com que eu mude de alguma forma. A falta de argumentos é tão absurda, que os comentários que recebo, vez ou outra se repetem. Alguns como “processa o fulano então”, “você que é racista”, “você não tem argumentos”, “você é um aproveitador” ou “seu macaco de merda vou levar uma jaula pra você”. Felizmente as Leis Brasileiras já estão feitas e nesse caso não preciso de argumento algum. Não preciso de longos debates sobre a questão racial. Um dos fãs frustrados, ao ser questionado por mim sobre o que era racismo, respondeu que era discriminar alguém pela raça. Quando pedi que ele consultasse ao Constituição ele disse que se fosse pra consultar a Constituição ele teria feito antes. Ou seja, algumas pessoas ainda pensam que o “achismo” popular conta alguma coisa e que as Leis não valem nada. O mais impressionante nesta situação toda é o fato de que toda vez que um negro acusa alguém de prática de racismo, acaba sendo condenado pela população. Quer dizer então que o negro não tem direito de reclamar? Engraçado... me disseram que a escravidão havia acabado!
Ah..fui chamado de ignorante, burro e que nem escrever eu sabia direito por falta de estudo. De acordo com o pensamento racista é isso que se espera de um negro.

Alguns dos fanáticos acham que eu preciso de terapia. Só se for pra tratar do racimo histórico presente no Brasil ou por saber que meus ancestrais foram sequestrados na Etiópia , trazidos para cá como animais e seus descendentes são tratados como animais até hoje.
Mas o racismo não existe não é mesmo pessoal? Sou só mais um “aproveitadorzinho” querendo ganhar fama e aparecer na televisão.
Durante a semana fui ameaçado também por alguém que suspeita-se ser amiga(o) dos envolvidos no caso. Por que será que as pessoas se revoltam tanto quando um negro denuncia o racismo?
Desde que tudo isso começou, não me recordo de ter utilizado nenhuma palavra ofensiva ou de baixo calão com nenhum dos agressores. Mas continuo dia após dia recebendo ofensas de todos os tipos. Infelizmente uma parte da sociedade brasileira acha que isso é normal e pelo fato de eu ser negro deveria me conformar.
Aviso aos navegantes. Não vou parar.
Não quero tornar esta leitura cansativa, por isso termino aqui e deixo a vocês uma breve retrospectiva com os melhores momentos dessa situação racista, que muitos ainda insistem dizer que não existe. E aos “twiteiros” de plantão, se quiserem imaginar que não respondo por não possuir argumentos, por ser negro ou ignorante, por mim tanto faz. Quero também agradecer a todos aqueles que apoiaram esta causa e que entenderam que não se trata de apenas um crime cometido contra mim, mas sim contra uma raça inteira e que representa cerca de 53% da população brasileira.

Melhores Momentos:

O pior é perceber que a maioria dos comentários vem de adolescentes que são fãs incondicionais deste apresentador e de seu humor preconceituoso. Onde estão os pais destas crianças e que futuro nos espera com jovens idolatrando esse tipo de comportamento? 

Em algumas imagens Marcos Kleine, funcionário da BAND, diz que os advogados da emissora já estão defendendo o apresentador. Entendo então que a emissora está sendo conivente com a situação e também omissa.

Tente refletir sobre isso antes de criticar alguém que luta por JUSTIÇA.






















terça-feira, 31 de julho de 2012

Como a Mídia Manipula a Sociedade !



O linguista estadunidense Noam Chomsky elaborou uma lista das “10 estratégias de manipulação” através da mídia:



1- A ESTRATÉGIA DA DISTRAÇÃO: O elemento primordial do controle social é a estratégia da distração que consiste em desviar a atenção do público dos problemas importantes e das mudanças decididas pelas elites políticas e econômicas, mediante a técnica do dilúvio ou inundações de contínuas distrações e de informações insignificantes. A estratégia da distração é igualmente indispensável para impedir ao público de interessar-se pelos conhecimentos essenciais, na área da ciência, da economia, da psicologia, da neurobiologia e da cibernética. “Manter a atenção do público distraída, longe dos verdadeiros problemas sociais, cativada por temas sem importância real. Manter o público ocupado, ocupado, ocupado, sem nenhum tempo para pensar; de volta à granja como os outros animais” (citação do texto ‘Armas silenciosas para guerras tranqüilas’). 



11 de Setembro de 2001
2- CRIAR PROBLEMAS, DEPOIS OFERECER SOLUÇÕES: Este método também é chamado “problema-reação-solução”. Cria-se um problema, uma “situação” prevista para causar certa reação no público, a fim de que este seja o mandante das medidas que se deseja fazer aceitar. Por exemplo: deixar que se desenvolva ou se intensifique a violência urbana, ou organizar atentados sangrentos, a fim de que o público seja o mandante de leis de segurança e políticas em prejuízo da liberdade. Ou também: criar uma crise econômica para fazer aceitar como um mal necessário o retrocesso dos direitos sociais e o desmantelamento dos serviços públicos.

 3- A ESTRATÉGIA DA GRADAÇÃO: Para fazer com que se aceite uma medida inaceitável, basta aplicá-la gradativamente, a conta-gotas, por anos consecutivos. É dessa maneira que condições socioeconômicas radicalmente novas (neoliberalismo) foram impostas durante as décadas de 1980 e 1990: Estado mínimo, privatizações, precariedade, flexibilidade, desemprego em massa, salários que já não asseguram ingressos decentes, tantas mudanças que haveriam provocado uma revolução se tivessem sido aplicadas de uma só vez.



4- A ESTRATÉGIA DO DEFERIDO: Outra maneira de se fazer aceitar uma decisão impopular é a de apresentá-la como sendo “dolorosa e necessária”, obtendo a aceitação pública, no momento, para uma aplicação futura. É mais fácil aceitar um sacrifício futuro do que um sacrifício imediato. Primeiro, porque o esforço não é empregado imediatamente. Em seguida, porque o público, a massa, tem sempre a tendência a esperar ingenuamente que “tudo irá melhorar amanhã” e que o sacrifício exigido poderá ser evitado. Isto dá mais tempo ao público para acostumar-se com a idéia de mudança e de aceitá-la com resignação quando chegue o momento. 

 5- DIRIGIR-SE AO PÚBLICO COMO CRIANÇAS DE BAIXA IDADE: A maioria da publicidade dirigida ao grande público utiliza discurso, argumentos, personagens e entonação particularmente infantis, muitas vezes próximos à debilidade, como se o espectador fosse um menino de baixa idade ou um deficiente mental. Quanto mais se intente buscar enganar ao espectador, mais se tende a adotar um tom infantilizante. Por quê? Se você se dirige a uma pessoa como se ela tivesse a idade de 12 anos ou menos, então, em razão da sugestionabilidade, ela tenderá, com certa probabilidade, a uma resposta ou reação também desprovida de um sentido crítico como a de uma pessoa de 12 anos ou menos de idade.



6- UTILIZAR O ASPECTO EMOCIONAL MUITO MAIS DO QUE A REFLEXÃO: Fazer uso do aspecto emocional é uma técnica clássica para causar um curto circuito na análise racional, e por fim ao sentido critico dos indivíduos. Além do mais, a utilização do registro emocional permite abrir a porta de acesso ao inconsciente para implantar ou enxertar idéias, desejos, medos e temores, compulsões, ou induzir comportamentos(ver: Subliminar ou Simbolismo?)

7- MANTER O PÚBLICO NA IGNORÂNCIA E NA MEDIOCRIDADE: Fazer com que o público seja incapaz de compreender as tecnologias e os métodos utilizados para seu controle e sua escravidão. A qualidade da educação dada às classes sociais inferiores deve ser a mais pobre e medíocre possível, de forma que a distância da ignorância que paira entre as classes inferiores às classes sociais superiores seja e permaneça impossíveis para o alcance das classes inferiores. 

8- ESTIMULAR O PÚBLICO A SER COMPLACENTE NA MEDIOCRIDADE: Promover ao público a achar que é moda o fato de ser estúpido, vulgar e inculto.

9- REFORÇAR A REVOLTA PELA AUTOCULPABILIDADE: Fazer o indivíduo acreditar que é somente ele o culpado pela sua própria desgraça, por causa da insuficiência de sua inteligência, de suas capacidades, ou de seus esforços. Assim, ao invés de rebelar-se contra o sistema econômico, o individuo se auto-desvalida e culpa-se, o que gera um estado depressivo do qual um dos seus efeitos é a inibição da sua ação. E, sem ação, não há revolução!

10- CONHECER MELHOR OS INDIVÍDUOS DO QUE ELES MESMOS SE CONHECEM:
  No transcorrer dos últimos 50 anos, os avanços acelerados da ciência têm gerado crescente brecha entre os conhecimentos do público e aquelas possuídas e utilizadas pelas elites dominantes. Graças à biologia, à neurobiologia e à psicologia aplicada, o “sistema” tem desfrutado de um conhecimento avançado do ser humano, tanto de forma física como psicologicamente. O sistema tem conseguido conhecer melhor o indivíduo comum do que ele mesmo conhece a si mesmo. Isto significa que, na maioria dos casos, o sistema exerce um controle maior e um grande poder sobre os indivíduos do que os indivíduos a si mesmos. 

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Polícia Militar: Exterminadores do Povo Negro do Presente

Muita gente é contra alguns temas publicados neste blog, mas sequer se preocupam em em saber o que de fato acontece no mundo. Ou então optam emignorar a verdade para assim poderem viver em um mundo fantasioso onde a falsa paz predomina e o onde épossível existir o MUNDO PERFEITO, sem racismo e preconceito.

Tenho discutido temas relacionados ao racismo com muitas pessoas brancas e a opnião é sempre a mesma. Deixam a entender, sempre, nas entrelinhas que o negro é burro, ignorante, não é capaz de lutar pelos seus direitos e deve se conformar com a situação em que nos encontramos.

Esse discurso barato vindo de pessoas brancas eu entendo completamente, afinal este é o único meio de manter controle sobre o nosso povo. Mas negros idiotas que compram esse discurso eu não consigo entender. Há anos nosso povo vem sendo massacrado pelo GOVERNO, que possui uma ferramenta poderosa que é a POLÍcia MILITAR e que conta com o apoio da população branca e da população que até hoje não teve coragem de assumir sua raça, os chamados PARDOS.

Toda vez que um branco é morto pelas mãos da polícia, a repercusão é gigantesca no Brasil, afinal fica óbvio que um erro foi cometido já que a função da polícia brasileira é eliminar os negros. Quantos negros inocentes são assassinados todos os dias pela polícia e nem sequer o Datena ou Sonia Abrão, que adoram esse tipo de matéria, comentam?

A Polícia Militar é paga para exterminar a população preta do país. Éculpada de todos os crimes relacionados a genocídio e extermínio. O Brasil ignora quaisquer tipos de acordos eleis internacionais que defendem o ser humano. Que Pátria Mãe é essa que mata seus próprios filhos? A resposta é simples, NÃO SOMOS FILHOS DESTA MÃE.

O Brasil segue o exemplo de outros países da América Latina, como Argentina, e tenta desde sempre eliminar a população negra de seu território. Será que só você não percebeu isso ainda? Será que você é tão burro que não consegue perceber o óbvio? E mesmo assim continua votando em políticos brancos que ocupam o tempo no Legislativo, dando nomes a praças e ruas das cidades.

O Brasil é sem dúvida alguma um dos países mais racistas do mundo. Mas enquanto nosso povo e exterminado, os negros do Brasil preferem fingir que tudo é lindo e maravilhoso.


ATÉ QUANDO VOCÊ VAI FICAR AÍ PARADO?

ATÉ QUANDO VOCÊ VAI FINGIR QUE NÃO É NEGRO?

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Violência Policial e Mídia x Genocídio da Juventude Negra


No último dia 18/07(quinta-feira) participei de uma reunião para discussão dos temas Violência de Estado, Extermínio da Juventude Negra e Genocídio da Juventude NegraM organizado pelo Forum Hip Hop Municipal. Estes temas abordam a violência das polícias civil e militar ao abordar e até mesmo prender pessoas negras. O evento contou com a presença de Daniela Albuquerque(Núcleo de Cidadania e Direitos Humanos da Defensoria Pública de São Paulo), José Filho(Pastoral Carcerária) e Diego Vale de Medeiros(Núcleo Especializado da Infância e Juventude da Defensoria Pública de São Paulo). Todos estes compunham a bancada que iniciou o evento. Todos brancos, sem opinião formada e com muitos dados estatísticos sem o menor sentido. O que me chamou mais a atenção foi o comentário inicial do Sr. Diego Vale de Medeiros, que disse não saber onde encaixar um caso de violência infantil de uma criança negra. Disse não saber se a Defensoria Pública deveria tratar esses casos ou se o Movimento Negro.
O que aconteceu com o...

TODOS SÃO IGUAIS PERANTE A LEI ? ? ?

Muito antes do encerramento do evento, todos os convidados da bancada branca já haviam ido embora. Quando abriram espaço para comentários da plateia, outra mulher branca foi até o palco comentar que a mãe havia gasto R$ 18.000,00 com o irmão que havia sido preso. E daí? ?
Resumindo o povo preto se omite e deixa que os brancos falsamente tentem ajudar com diálogos vazios e ações invisíveis.

O assunto desta semana na mídia é o assassinato de dois homens brancos pela Policia Militar paulista. Um era publicitário, mas por ser branco é promovido, pela mídia, para Empresário. E o outro um jovem da cidade de Santos. Como já disse, ambos brancos. Quantos NEGROS são mortos pela polícia todos os dias? ? Quantas abordagens ilegais nós sofremos todos os dias? ? Isso a mídia não noticia. 

Até quando você ficará de braços cruzados e boca fechada e ouvindo pessoas brancas falarem por você? Até quando você vai permitir que a mídia o ignore? Até quando você vai se esconder? 

Até quando você vai achar que é minoria? ? ?

ATÉ QUANDO ? ? ? ? ? ?

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Fifa, Copa do Mundo e Mulheres Vendidas para a Industria Sexual

E a Copa do Mundo está chegando...
Nada contra praticar esportes, mas a apropriação do capitalismo que faz dos jogadores mercadorias, "mercadorias" que tem classe, tem raça, tem etnia, tem nacionalismo, tem trafico de mulheres para serem estupradas, tem especulação imobiliária.

Uma coisa é vender força de trabalho, que já é exploração, outra é ter que vender a si mesma para pagar alimento, energia, água (como convencer pessoas que recursos naturais serão privatizados?), saúde, moradia e etc. 

 Mulheres vendidas por US$ 670

Como se percebe, o objetivo da Fifa e do The Guardian não era exatamente fazer com que o governo conciliador-patriarcal da África do Sul mandasse a polícia parar de espancar e extorquir mulheres sul-africanas negras e pobres. Ao contrário: a Fifa mandou Zuma sumir com mendigos e prostitutas das ruas. O objetivo era criar condições para a chegada de prostitutas estrangeiras, mulheres traficadas por empresas capitalistas de submundo para suprir uma das principais demandas da festa suprema do futebol profissional.
E assim se fez: o tráfico de pessoas com destino ao país-sede da Copa 2010 aumentou consideravelmente nos meses que antecederam este evento que é também um dos ápices do calendário do chamado "turismo sexual". O governo Zuma não chegou a legalizar a prostituição, mas tratou de fazer vistas grossas à farra a custa da dignidade alheia e chancelada pelos mandachuvas do futebol, os mesmos que se esmeram na farsa da responsabilidade social da Copa do Mundo.
Estudos conduzidos pela pesquisadora Merad Kambamu, de Zâmbia, compilaram denúncias e provas de um número crescente de casos de meninas e jovens mulheres que desapareceram em vários países da África e reapareceram em bordéis e "casas de massagem" das cidades que receberam as partidas da Copa do Mundo da África do Sul. A porta-voz da polícia de Maputo, capital de Moçambique, revelou que estas mulheres vinham sendo vendidas por US$ 670 para serem oferecidas feito refeições a turistas endinheirados.
Este lado de pouco "fair play" das Copas do Mundo de futebol foi escancarado na Alemanha, em 2006, quando nada menos do que 40 mil mulheres foram levadas para os megabordéis quase que patrocinados pela Fifa que foram instalados em caráter excepcional em cidades como Berlim. Naquela ocasião, a exigência foi feita e a Alemanha legalizou sua "indústria sexual", que funcionou à base de "mão de obra" levada da Ásia, América Latina e do Leste Europeu com promessas de empregos temporários, mas que acabaram se convertendo em escravas sexuais para animar a grande farra capitalista quadrianual regada a dinheiro e futebol.
Na integra: http://www.anovademocracia.com.br/no-68/2922-copa-do-mundo-demagogia-e-trafico-de-mulheres

MAIS UM MOTIVO PARA QUE O FEMINISMO SEJA NEGRO E CLASSISTA!

Por Feminismo Negro e Classista